Um “pouquinho” em Paris

 Entre sair do emprego anterior e começar no trabalho novo, percebi que teria 3 dias de “férias”. Aí, assim, despretenciosamente, fomos só dar uma olhadinha se teria alguma passagem aérea em promoção, sabe? Não que a gente realmente vá viajar em 3 diazinhOLHA, TEM PROMOÇÃO PRA PARIS!

Claro que, depois de comprar a passagem obedecendo imediatamente ao nosso frivião interno, pensamos se não seria muito pouco tempo. Se valeria a pena. Se, se e se… Aí veio a voz interna do tal do frivião: – Paris é a 1h30min de voo de Dublin. Uma-hora-e-meia. Era o tempo que eu levava todo dia pra ir de ônibus pro trabalho no Brasil (socorro). E o preço, com apenas 1 semana de antecedência, custava €70 euros (e dizem que tem promoção de até €35!). Mais barato que Fortaleza/Recife. Fomos!

A melhor notícia é que deu tempo de fazer quase tudo. Digo “quase” porque não tivemos tempo de ir à Versalhes, mas isso já sabíamos que seria impossível em 3 dias. De resto, fizemos tudo que um turista tem direito e até mais um pouquinho 🙂 E é sobre esse “pouquinho” que eu quero falar – o restante são os pontos-mais-que-batidos turísticos (que são maravilhosos, tem que ir).

O lugar mais cliché do mundo, e totalmente imperdível.
O lugar mais cliché do mundo, e totalmente imperdível.

 

Quartier Latin

O bairro mais bacaninha na nossa opinião. Ali tem muitos e bons restaurantes, para todos os gostos e a um preço muito bom. Alguns têm uma oferta de entrada + principal + sobremesa por €10 ou €15 euros. Para os amantes de crepe, indicamos o Chez Suzette Crêperie (17 rua la Huchette). Comemos a oferta do almoço, que era 1 crepe salgado, 1 crepe doce e 1 bebida por €9,90. Très buon ☺ Nessas ruelinhas também têm muitas lojinhas de souvenir com um preço legal.

Quartier Latin - uma boa opção para comer bem e barato
Quartier Latin – uma boa opção para comer bem e barato

Caminhamos pelo bairro até chegar nos Jardins de Luxemburgo, um lugar lindo que muitas vezes é deixado de lado em viagens rápidas a Paris. Mas como amante de parques, verde e flores, eu não poderia deixar de ir! Que lugar!

Jardins de Luxemburgo - o dia que me apaixonei por um lugar.
Jardins de Luxemburgo / Isabela Monteiro

Sentamos à sombra, na grama, e vimos gente conversando, comendo, e até praticando Yoga. Depois de acordar de madrugada, enfrentar voo internacional, ônibus e andar tanto, nossa bateria foi recarregada a 90% ali!

Jardins de Luxemburgo / Wellingson Grangeiro
Jardins de Luxemburgo / Wellingson Grangeiro

 

Torre Eiffel à noite

Torre Eiffel
Torre Eiffel / Isabela Monteiro

Não só ela, como a catedral de Notre Dame são um charme à noite, com as luzes acesas. E pra quem quer ter uma vista noturna da cidade, dá pra subir na torre até 23h ou meia noite (dependendo da época do ano). O ticket para ir até o topo custa €17 por pessoa, então tivemos que subir só uma vez, porque, né…! Preferimos subir durante o dia, mas à noite deve ser muito bonito, alguém discorda? 🙂

Notre Dame / Isabela Monteiro
Notre Dame / Isabela Monteiro

 

Galeries Lafayette

A galeria é um complexo de edifícios com comida, roupas, perfumes, bolsas, óculos e tudo aquilo que não tem etiqueta com preço, porque quem compra por ali não quer saber quanto custa – passa no débito e pronto. Mas tivemos algumas experiências muito legais ali, gastando apenas €4,20! Isso porque provamos o melhor macarron de todos os tempos na Pierre Hermé, um stand logo no térreo do prédio dedicado à gastronomia.

Macarron da Pierre Herme - esse eu gostei!
Macarron da Pierre Herme – esse eu gostei!

Eu nunca fui fã de macarron, inclusive provando em Paris… Mas nesse lugar é praticamente como se os anjos tivessem preparado a massa durante o eclipse solar e assado no momento do alinhamento dos planetas! Porém, é caro: cada pequenino desse custa €2,10. Compramos um pra cada, com vontade de comprar uma caixa! 😀

No edifício principal, das lojas de grife, vale a pena entrar para admirar… não olhando pras prateleiras, mas pro teto! A arquitetura do prédio por dentro é deslumbrante!

Galeria Lafayette / Isabela Monteiro
Galeria Lafayette / Isabela Monteiro

E seguindo uma dica de uma apaixonada por Paris, fomos até a laje desse prédio. Lá tem um café a céu aberto, e um espaço com uma vista muito legal da cidade. Estava incrivelmente muito tranquilo, o que me leva a crer que poucos conhecem essa jóia de laje, aberta ao público ❤

Vista da laje :)
Vista da laje 🙂

 

Montmartre

O bairro é muito charmosinho, bastante residencial, com vendinhas de frutas e peixes, cafés e alguns pontos turísticos bastante interessantes, entre eles a igreja Sacre Coeur (Sagrado Coração) e o tradicional cabaré e casa de shows Moulin Rouge. Neste último, vale dar uma passada pela frente pra ver, mas é só isso mesmo. Assistir a algum espetáculo custa caríssimo, a partir de €100 por pessoa.

img_0431
Moulin Rouge / Isabela Monteiro
Sacre Coeur / Isabela Monteiro
Sacre Coeur / Isabela Monteiro

Ali em Montmartre, bem tímido, também fica um lugar imperdível para os amantes do filme O Fabuloso Destino de Amelie Poulain – o café/bar onde a personagem trabalha. Sem perceber, passamos direto por ele, pois o local parece querer permanecer como talvez sempre foi, antes da exibição. Apenas quando voltamos o caminho e entramos desconfiados, vimos que na parede do fundo tem um banner do filme. Os poucos frequentadores não pareciam turistas, mas moradores da região.

Cafe Des 2 Moulins, e eu na esperança de encontrar a Amelie <3
Cafe Des 2 Moulins, e eu na esperança de encontrar a Amelie ❤

 

Piquenique

Paris tem inúmeros lugares perfeitos para um piquenique, como os jardins aos pés da torre Eiffel, os Jardins de Luxemburgo, Place de la Concorde, Jardin des Tuileries… Mas uma brasileira querida, que mora em Paris há mais de 5 anos, nos convidou para um piquenique às margens do rio Sena. Compramos queijos, vinho, cidra, pão baguete e pain au chocolat – tudo tão francês e perfeito para nós turistões! Gastamos uns €30 no total, e sobrou muita comida (sabe olho maior que a barriga?). Percebemos que muitos jovens que moram em Paris faziam o mesmo que nós, ou apenas sentavam ali para conversar.

img_0482

E você, conhece algum lugar ou programação diferente em Paris? Vamos adorar saber, porque com certeza voltaremos! Escreve pra gente! :*

 

 

 

 

 

Anúncios

6 comentários em “Um “pouquinho” em Paris”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s