Pisa e Lucca, pequenas preciosidades

Continuamos subindo no mapa, e conhecemos as duas pequenas jóias da Toscana: a cidade da torre pendente e a cidade murada.

Chegamos em Pisa na hora do almoço, deixamos as mochilas no albergue e saímos ao encontro dela, obviamente. Quem vai a Pisa, quer vê-la.

São quase 57 metros de altura que levaram cerca de 177 anos para ser concluídos, devido a inúmeras batalhas entre Pisa e vilarejos vizinhos. O charme dela, é ser tortinha pra um lado. Deram um nome mais bonito pra isso: Torre Pendente de Pisa. O fato é que ela ficou assim porque foi construída em um terreno de argila e areia sem a fundação adequada para tal solo, e até hoje fazem de tudo para mantê-la de pé, mas nunca endireitá-la!

 

57 metros de pura simpatia
Afinal, essa é a graça pros turistas. Ao chegar na praça e olhar pro lado contrário à torre, você vai ver um monte de turistas em posições inusitadas, cômicas e estranhas. –Mais pra direita! Agora abaixa um pouco… – E assim eles tentam tirar aquela foto como se estivessem segurando a torre para que ela não caia. Você com certeza já viu alguma foto assim.

Além da torre, que é uma lindeza, a  Piazza dei Miracoli abriga uma catedral e um batistério de arquitetura igualmente lindíssima. Em volta, um gramado verdinho insiste em te convidar pra sentar ali algum tempo e apreciar.

 

Beleza muito além da Torre na Piazza dei Miracoli
Olhamos para o relógio e ainda faltava muito para escurecer. Decidimos então voltar pra estação e comprar um bate-volta pra Lucca. Já tinha ouvido falar que ela era uma graça de cidade. Especula-se que ela já existia como colônia em 218 a.C, então você pode imaginar o quanto de história ela carrega dentro de suas muralhas de 4 km de extensão.

 

Porta San Pietro, a entrada da cidade murada
Caminhar por ela é tranquilo e prazeroso, em ruas como um labirinto que te impede de ter rotas traçadas. Deixar-se levar por elas até uma praça, uma gelateria ou até o antigo anfiteatro romano (hoje a praça central da cidade) é o que há de melhor em Lucca. Estivemos ali no inverno (com muito frio, pouco movimento e comércio parcialmente fechado), mas imagino que na primavera e no verão seja o destino mais encantador da Toscana.

 

Anfiteatro Romano de Lucca hoje é uma praça encantadora
Não sou de turistar com pressa, então pode ter certeza que dá pra conhecer essas duas belezuras de cidade em um só dia. E então, dormimos tranquilamente em Pisa para partir na manhã seguinte.

Anúncios

2 opiniões sobre “Pisa e Lucca, pequenas preciosidades”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s